Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Variação da Entalpia nas Mudanças de Estado Físico

É possível identificar as trocas de energia na forma de calor nas mudanças de estado físico da água por meio da entalpia

Imaginemos um cubo de gelo à temperatura de -20 °C. Para que ele se liquefaça é necessário que seja fornecida energia na forma de calor ao sistema, ou seja, precisamos aquecê-lo. Assim, a água líquida tem um conteúdo de energia, ou uma entalpia, maior que a água no estado sólido. O mesmo acontece se quisermos que a água que está no estado líquido, à temperatura ambiente, passe para o vapor; o sistema precisa absorver energia.

Esses dois processos citados – fusão e vaporização – são processos endotérmicos, pois absorvem energia. Portanto, a variação de entalpia do sistema será positiva, maior que zero (∆H > 0), visto que a entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes.

H2O(s) → H2O(l)    ∆Hfusão = +7,3 kJ

H2O(l) → H2O(v)    ∆Hvaporização = +43,9 kJ

Isso pode ser visualizado também quando analisamos as reações de formação da água no estado líquido e no gasoso:

H2(g) + ½ O2(g) → H2O(l)    ∆H = -285,5 kJ

H2(g) + ½ O2(g) → H2O(g)    ∆H = -241,6 kJ

Observe que a variação de entalpia na formação da água no estado gasoso é maior, assim, se passarmos a água do estado líquido para o gasoso, ou de um estado de menor para um de maior entalpia, significa que será absorvido calor, conforme mostrado a seguir:

H2O(l) → H2O(v)    ∆Hvaporização = (-241,6 – (-285,5)) kJ
∆Hvaporização = +43,9kJ

Chamamos esse caso de entalpia de vaporização, pois se trata da energia necessária para vaporizar 1 mol de substância nas condições-padrão de temperatura e pressão.

Se estivéssemos falando da energia necessária para realizar a fusão de 1 mol de substância nas condições-padrão de temperatura e pressão, seria a entalpia de fusão (∆Hfusão), que, em se tratando da água, é de + 7,3.

No entanto, os processos inversos, que são de liquefação e de solidificação, são processos que precisam perder energia na forma de calor, ou seja, são exotérmicos. Neles, a variação da entalpia é negativa, como mostrado a seguir:

Entalpia de Liquefação (∆Hliquefação): parte da energia presente nas moléculas é usada para formar as ligações intermoleculares da água no estado líquido e o restante é liberado. Seu valor é o mesmo do caminho inverso, isto é, da vaporização, porém com sinal oposto: ∆Hliquefação = -43,9kJ.

Entalpia de Solidificação (∆Hsolidificação): para passar do estado líquido para o sólido é necessário também perder energia na forma de calor. O valor da variação da entalpia de solidificação é o mesmo que o processo inverso (fusão), porém com sinal negativo:  ∆Hsolidificação = -7,3 kJ.

Já a entalpia de sublimação (∆Hsublimação) será positiva se estiver passando do sólido para o gasoso; e será negativa se estiver fazendo o processo contrário.

O diagrama de entalpia nessas mudanças de estado físico ou de agregação pode ser transcrito da seguinte forma:

Representação gráfica da entalpia nas mudanças de estado físico da água

Resumindo, temos:

Resumo de variação de entalpia nas mudanças de estado físico da água.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
    Deixe seu comentário para "Variação da Entalpia nas Mudanças de Estado Físico"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Veja algumas das doenças ocasionadas por alguns metais pesados.

    ..................................................

    Física
    Você sabe como ocorre a reflexão e refração da luz? Confira aqui!

    ..................................................