Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Reatividade dos Metais

Sarcófagos recobertos de ouro continuam em ótimo estado até hoje devido à baixa reatividade desse metal

As reações de oxirredução, como dito no texto “Oxidorredução” são reações nas quais ocorre simultaneamente perda e ganho de elétrons. O átomo ou íon que perde elétrons sofre uma oxidação e o que ganha sofre a redução.

Por exemplo, se colocarmos uma placa de zinco em uma solução de sulfato de cobre, que contém cátions cobre II, o zinco irá oxidar, doando elétrons para o cobre, que irá reduzir:

Zn0(s) → Zn2+(aq) + 2 elétrons
Cu2+(aq) + 2 elétrons → Cu0(s)
Zn0(s)+ Cu2+(aq)  → Zn2+(aq)  + Cu0(s)

Nesse caso, temos dois metais, o cobre e o zinco, porém o zinco tem maior tendência de doar elétrons, por isso ele é que sofrerá a oxidação. Dizemos que ele é mais reativo que o cobre, pois temos a seguinte definição para a reatividade de um metal:

Reatividade de um metal

Isso significa que se quisermos realizar a reação contrária, conforme mostrada abaixo, na qual o cobre oxida, doando elétrons para zinco, isso não será possível em meios espontâneos:

Cu0(s)+ Zn2+(aq)  → não ocorre reação espontânea

Essa reação só ocorrerá se fornecermos energia ao sistema, pois a transferência de elétrons de um átomo de metal menos reativo para o cátion de um metal mais reativo não é espontânea.

Comparando vários metais, os químicos conseguiram determinar quais têm maior tendência e menor tendência de ceder elétrons. Com isso surgiu a fila de reatividade ou fila das tensões eletrolíticas, que é dada a seguir:

Fila de reatividade dos metais

 Veja que, apesar de não ser um metal, o hidrogênio aparece nessa fila de reatividade porque quando ele está presente em determinadas substâncias (como os ácidos) ele é capaz de formar o cátion hidrônio (H3O1+). Esse cátion pode receber elétrons formando gás hidrogênio e água, segundo a reação:

2 H3O1+(aq) + 2e-→ H2(g) + 2 H2O(l)

Os metais menos reativos que o hidrogênio são denominados metais nobres.

O metal mais reativo desloca o cátion do metal menos reativo. Observe novamente na fila de reatividade que o Zn aparece antes que o Cu, isto é, ele é mais reativo e, portanto, é ele quem desloca o cátion do cobre.

Assim, consultando essa fila de reatividade, pode-se prever se ocorrerá ou não determinada reação de oxirredução.

Veja, por exemplo, o experimento a seguir, no qual se colocou amostras de cobre (Cu), alumínio (Al) e zinco (Zn) em ácido clorídrico (HCl). Olhando para a fila de reatividade vemos que o Al e o Zn são mais reativos que o hidrogênio, portanto, essas reações vão ocorrer, sendo que, como o zinco é mais reativo, a sua oxidação se dará com maior rapidez que a do alumínio. Já o Cu é menos reativo que o hidrogênio (veja que na escala de reatividade ele aparece logo abaixo do hidrogênio). Isso significa que essa reação não ocorrerá, pois ele não deslocará o cátion do hidrogênio.

Diferentes reatividades de metais em ácidos

Veja também que o ouro (Au) é o menos reativo de todos os metais. Esse é um dos motivos de ele ser tão valioso, pois ele resiste ao ataque de ácidos isolados, sendo atacado somente por água régia, que é uma mistura de três partes de ácido clorídrico com uma parte de ácido nítrico.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
    Deixe seu comentário para "Reatividade dos Metais"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Veja algumas das doenças ocasionadas por alguns metais pesados.

    ..................................................

    Física
    Você sabe como ocorre a reflexão e refração da luz? Confira aqui!

    ..................................................