Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Raio atômico

Ainda não existe nenhuma técnica que possa medir o raio atômico de um átomo isolado.

Não é possível determinar com precisão o raio atômico (distância do núcleo até a camada ou nível de energia mais externo) de um átomo isolado, porém é possível calcular qual é esse raio por meio da distância entre os núcleos de dois átomos de um mesmo elemento, sem estarem ligados e considerando o átomo como esferas.

Isso acontece quando se incide um feixe de raios X sobre uma amostra de um material sólido formado por átomos ou íons do mesmo elemento. Esses raios sofrem uma deflexão e são registrados em uma chapa fotográfica, na qual é possível visualizar a localização desses átomos, bem como a distância entre seus núcleos. 

Essa distância entre os núcleos pode ser considerada como igual ao diâmetro de cada átomo, pois se trata de átomos iguais. Visto que a metade do diâmetro equivale ao mesmo que o raio, é só dividir esse valor para encontrar o raio atômico.

Por exemplo, a distância entre dois núcleos de átomos de ferro é igual a 2,48 Å (1 angtröm (Å) = 10-1 nm). Isso significa que o raio atômico do ferro é 1,24 Å.

Raio atômico é a metade do diâmetro atômico.
Raio atômico é a metade do diâmetro atômico.

O raio atômico é uma propriedade periódica, isso significa que à medida que o número atômico aumenta, os raios atômicos dos elementos da tabela periódica assumem variações fixas, isto é, os tamanhos dos raios atômicos variam de forma periódica de acordo com a família e o período do elemento. Vejamos como isso se dá:

• Variação do raio atômico na mesma família:

A diferença de um elemento para o outro em uma mesma família na Tabela Periódica é que, de cima para baixo, o número de camadas eletrônicas aumenta. Com isso, o raio atômico também aumentará.

Desse modo, conclui-se que:

Variação do raio atômico na mesma família.
Variação do raio atômico na mesma família.

Observe como isso ocorre com os elementos da família 1 da Tabela Periódica:

Variação do tamanho do raio atômico na família 1 da tabela periódica.
Variação do tamanho do raio atômico na família 1 da tabela periódica.

• Variação do raio atômico no mesmo período:

Todos os elementos que pertencem ao mesmo período na Tabela Periódica possuem a mesma quantidade de camadas ou níveis de energia, portanto não são as camadas que irão alterar o tamanho do raio atômico.

A diferença de um para o outro é que o número atômico, isto é, a quantidade de prótons no núcleo vai aumentando da esquerda para a direita, ou seja, com o aumento das famílias, a atração dos elétrons pelo núcleo também aumenta. Consequentemente, o tamanho do raio atômico diminui.

Assim, conclui-se que:

Variação do raio atômico no mesmo período.
Variação do raio atômico no mesmo período.

Abaixo temos o exemplo de como isso ocorre no segundo período da Tabela Periódica:

Variação do tamanho do raio atômico no segundo período da tabela periódica.
Variação do tamanho do raio atômico no segundo período da tabela periódica.

Portanto, podemos representar a variação do raio atômico na tabela periódica da seguinte forma:

Relação da variação do raio atômico na tabela periódica.
Relação da variação do raio atômico na tabela periódica.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
    Deixe seu comentário para "Raio atômico"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Inglês
    Aprenda o conceito e as classificações dos artigos utilizados na língua inglesa.

    ..................................................

    História do Brasil
    Informe-se a respeito de como viviam os índios na época do descobrimento do Brasil.

    ..................................................