Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Limão combate acidez estomacal

O limão aumenta a alcalinidade do estômago

Provavelmente ao ler o título desse texto você tenha pensado: O quê? Mas o limão é ácido, como ele pode combater a acidez do estômago?

A maioria das pessoas pensa que por ser ácido o limão deve ser evitado em casos de acidez estomacal e de gastrite, no entanto, não é bem assim que acontece.

A acidez estomacal é o excesso de sucos digestivos no estômago, entre os quais se encontra o ácido clorídrico (HCl). A gastrite é uma inflamação da camada superficial do tecido de revestimento do estômago.

Gastrite estomacal

O limão ajuda no combate a esses problemas por vários motivos, sendo que um deles é o fato de que ele causa um deslocamento no equilíbrio químico do ácido clorídrico no estômago com seus íons em meio aquoso. Esse equilíbrio é mostrado a seguir:

HCl(aq) ↔ H+(aq) +Cl-(aq)

Segundo o principio de Le Chatelier, quando causamos alguma perturbação em um sistema em equilíbrio, ele é deslocado no sentido de diminuir os efeitos dessa perturbação. Assim, quando ingerimos o limão, ele aumenta a quantidade de íons H+(aq) no estômago e o equilíbrio é deslocado no sentido de consumir os íons H+(aq) , que são os que caracterizam a acidez (quanto mais íons hidrogênio, mais ácido o meio). Portanto, o equilíbrio se desloca no sentido inverso de produção do ácido clorídrico. Esse deslocamento é extremamente rápido, diminuindo assim a acidez do estômago.

Além disso, o limão possui um alto teor de ácido cítrico (5 a 7%), que, quando livre, é sim ácido, porém ao ser ingerido, em contato com o meio celular no interior do organismo humano, é oxidado e funciona como um agente complexante, tamponante e como um bloqueador de prótons (H+), comportando-se como um alcalinizante, isto é, um neutralizante da acidez interna, estabilizando o meio em pH levemente alcalino.

Outro ponto é que os diversos sais do limão se convertem em carbonatos e bicarbonatos de cálcio, potássio, entre outros, que aumentam a alcalinidade do sangue.

Inclusive o bicarbonato de sódio (NaHCO3) é um composto muito usado em remédios como antiácido estomacal, pois, conforme mostra a reação abaixo, ao entrar em contato com o ácido clorídrico, presente no suco gástrico do estômago, ocorre a seguinte reação de neutralização:

NaHCO3 + HCl  → NaCl + H2O + CO2

Como um agente bactericida, o limão pode auxiliar no combate às bactérias e germes que causam a úlcera, ajudando na cicatrização das mucosas lesadas.

ATENÇÃO: Esse texto não substitui a consulta ao médico. Se você tiver com problemas gástricos, procure um médico, pois a automedicação pode trazer problemas graves à saúde. É necessário primeiro descobrir o que está causando o seu problema estomacal. Além disso, dosagens, quantidades, horários, frequências e outros fatores relacionados com tratamentos de estômago devem ser indicados para cada caso por um especialista.

Outra dica importante é que estamos mencionando informações referentes apenas ao limão ou limão misturado com água. A limonada (com açúcar ou outros aditivos) não apresenta esses efeitos e pode piorar a acidez estomacal.

Limão em água ajuda a combater acidez estomacal


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
    Deixe seu comentário para "Limão combate acidez estomacal"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Aprenda a classificar corretamente os diferentes tipos de materiais magnéticos.

    ..................................................

    Gramática
    Fique ligado em alguns casos especiais de concordância verbal.

    ..................................................