Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Limão combate acidez estomacal

O limão aumenta a alcalinidade do estômago

Provavelmente ao ler o título desse texto você tenha pensado: O quê? Mas o limão é ácido, como ele pode combater a acidez do estômago?

A maioria das pessoas pensa que por ser ácido o limão deve ser evitado em casos de acidez estomacal e de gastrite, no entanto, não é bem assim que acontece.

A acidez estomacal é o excesso de sucos digestivos no estômago, entre os quais se encontra o ácido clorídrico (HCl). A gastrite é uma inflamação da camada superficial do tecido de revestimento do estômago.

Gastrite estomacal

O limão ajuda no combate a esses problemas por vários motivos, sendo que um deles é o fato de que ele causa um deslocamento no equilíbrio químico do ácido clorídrico no estômago com seus íons em meio aquoso. Esse equilíbrio é mostrado a seguir:

HCl(aq) ↔ H+(aq) +Cl-(aq)

Segundo o principio de Le Chatelier, quando causamos alguma perturbação em um sistema em equilíbrio, ele é deslocado no sentido de diminuir os efeitos dessa perturbação. Assim, quando ingerimos o limão, ele aumenta a quantidade de íons H+(aq) no estômago e o equilíbrio é deslocado no sentido de consumir os íons H+(aq) , que são os que caracterizam a acidez (quanto mais íons hidrogênio, mais ácido o meio). Portanto, o equilíbrio se desloca no sentido inverso de produção do ácido clorídrico. Esse deslocamento é extremamente rápido, diminuindo assim a acidez do estômago.

Além disso, o limão possui um alto teor de ácido cítrico (5 a 7%), que, quando livre, é sim ácido, porém ao ser ingerido, em contato com o meio celular no interior do organismo humano, é oxidado e funciona como um agente complexante, tamponante e como um bloqueador de prótons (H+), comportando-se como um alcalinizante, isto é, um neutralizante da acidez interna, estabilizando o meio em pH levemente alcalino.

Outro ponto é que os diversos sais do limão se convertem em carbonatos e bicarbonatos de cálcio, potássio, entre outros, que aumentam a alcalinidade do sangue.

Inclusive o bicarbonato de sódio (NaHCO3) é um composto muito usado em remédios como antiácido estomacal, pois, conforme mostra a reação abaixo, ao entrar em contato com o ácido clorídrico, presente no suco gástrico do estômago, ocorre a seguinte reação de neutralização:

NaHCO3 + HCl  → NaCl + H2O + CO2

Como um agente bactericida, o limão pode auxiliar no combate às bactérias e germes que causam a úlcera, ajudando na cicatrização das mucosas lesadas.

ATENÇÃO: Esse texto não substitui a consulta ao médico. Se você tiver com problemas gástricos, procure um médico, pois a automedicação pode trazer problemas graves à saúde. É necessário primeiro descobrir o que está causando o seu problema estomacal. Além disso, dosagens, quantidades, horários, frequências e outros fatores relacionados com tratamentos de estômago devem ser indicados para cada caso por um especialista.

Outra dica importante é que estamos mencionando informações referentes apenas ao limão ou limão misturado com água. A limonada (com açúcar ou outros aditivos) não apresenta esses efeitos e pode piorar a acidez estomacal.

Limão em água ajuda a combater acidez estomacal


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
    Deixe seu comentário para "Limão combate acidez estomacal"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Veja algumas das doenças ocasionadas por alguns metais pesados.

    ..................................................

    Física
    Você sabe como ocorre a reflexão e refração da luz? Confira aqui!

    ..................................................