Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

As vegetações Brasileiras

Caatinga: vegetação típica do Nordeste do Brasil

Há no mundo uma imensa variedade de vegetação, dentre todos os países o Brasil possui um lugar de destaque em relação à quantidade de tipos de vegetação e belezas naturais.

O Brasil possui um território continental, devido a isso apresenta vários tipos de vegetação, clima, relevo, hidrografia, esses são aspectos físicos e/ou naturais. Cada região do país possui uma particularidade acerca de uma vegetação, a variação corresponde à interrelação entre todos os elementos naturais. A vegetação é um dos aspectos naturais que mais se destaca na paisagem, apresenta características devido a sua formação a partir de aspectos de solo, clima entre outros elementos.

A diversidade e complexidade das variações da vegetação brasileira apresentam-se de muitas maneiras, das quais as principais são: Floresta Amazônica, Tropical, Araucária, Cerrado, Caatinga, Pantanal e formação litorânea, cada uma detêm uma particularidade de características.

Floresta Amazônica: Corresponde à mata fechada com árvores de grande, médio e pequeno porte, a densidade dessa vegetação é proveniente do clima quente e úmido que favorece o desenvolvimento da biodiversidade. Na Floresta Amazônica prevalece o relevo plano, clima com elevadas temperaturas com baixa amplitude térmica e chuvas freqüentes bem distribuídas durante todos os meses do ano. As temperaturas variam entre 25o a 28o C e os índices pluviométricos são superiores a 2.000 mm.

Floresta Tropical ou Floresta Atlântica: possui característica de florestas com grande quantidade de espécies de vegetais, em geral ocupa áreas de planalto, formadas por serras, esse tipo de cobertura vegetal nas áreas litorâneas recebe bastante umidade devido à influência exercida pelo oceano. O clima é o tropical, relevo geralmente acidentado e incidências de chuvas de relevo abundantes.

Mata de Araucária: caracteriza-se pela presença de árvores com aspecto de pinheiro, denominados de pinheiro-do-paraná, além da erva mate, imbuia, vários tipos de canela, cedros e ipês. Essa variedade é encontrada nas áreas de relevo mais acidentado, em geral no sul do país, onde predomina o clima subtropical. Até pouco tempo a madeira extraída das araucárias era utilizada para fabricação de móveis, a exploração diminui significativamente as floretas dessa espécie vegetal.

Campo: corresponde a uma vegetação composta basicamente por gramíneas e pequenas vegetações rasteiras (herbáceas), dentre essas estão vários tipos de capins como o barba-de-bode, gordura, mimoso, Jaraguá, entre outros. São geralmente encontrados no extremo sul do país em que o clima é seco e frio e o relevo é levemente ondulado.

Cerrado: essa cobertura vegetal é composta em geral de árvores pequenas, além de arbustos, sendo esses com galhos retorcidos, casca grossa e gramíneas. As irregularidades dos galhos das árvores do cerrado são provenientes da quantidade de hidróxido de alumínio contido no solo das áreas nas quais o cerrado se encontra. O clima do cerrado é tropical com duas estações bem distintas, sendo uma seca e uma chuvosa. Essa característica não é homogênea, pois existem classificações dentro do cerrado.

Caatinga: vegetação adaptada à escassez de água com clima semi-árido quente e seco, com temperaturas elevadas e uma reduzida quantidade de chuvas mal distribuídas durante o ano, esse tipo de vegetação é encontrada no nordeste do Brasil. Com intuito de não morrer muitas espécies de vegetais perdem suas folhas, em contrapartida outras armazenam água, como por exemplo, os cactos.

Pantanal ou área de transição: formação de vegetação heterogênea que intercala entre cerrados e campos. O pantanal está localizado em uma gigantesca planície nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, possui clima tropical com duas estações distintas, uma seca e uma chuvosa. A hidrografia do pantanal possui rios que escoam lentamente, essa região é riquíssima em água, isso fica mais evidente no período das cheias, período em que as águas inundam toda planície.

Formação litorânea: apresenta-se em áreas litorâneas com relevo de baixas terras e planícies, no entanto, essa vegetação não é homogênea uma vez que existem vários outros tipos inseridos, são nesses locais que estabelecem os mangues, solos pantanosos, vegetação de praia, dunas e restingas.


Por Eduardo de Freitas
    Deixe seu comentário para "As vegetações Brasileiras"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Depressão
    Entenda os sintomas desse problema psicológico.

    ..................................................

    História
    Compreenda o que foi o Plano Marshall.

    ..................................................