Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Capitalismo

O capitalismo intensificou o modo de produção e consumo

O capitalismo passou por várias etapas para atingir o nível que se encontra hoje, desse modo o sistema foi classificado por muitos estudiosos com Capitalismo Comercial, Capitalismo Industrial e Capitalismo financeiro.

O capitalismo consiste em um sistema político-econômico que teve início principalmente no decorrer da Revolução Industrial no final do século XVIII início do século XIX, nos países Europeus como Inglaterra, França e Alemanha. O capitalismo e suas evoluções foram paralelamente aliados ao desenvolvimento industrial e tecnológico, no qual o homem perdeu o posto de trabalho para a instauração de uma maior margem de lucros, pois essa é a verdadeira essência do capitalismo.

O sistema político-econômico capitalista abrange quase que a totalidade dos países do mundo, sempre com as mesmas características, tais como:

Economia de Mercado: isso significa que o próprio mercado fica responsável por regular os preços de uma forma natural, como a lei da oferta e da procura. Essa lei corresponde à variação de acordo com a oferta de produtos e a demanda, isso quer dizer que quanto maior for a procura por um determinado produto mais elevado será seu valor, mas quando há grande oferta de um produto no mercado seu preço tende a cair.
O exemplo claro e presente em nossas vidas são os produtos de feira, quando uma verdura está em falta o seu preço automaticamente sofre aumentos significativos e vice-versa. Na economia de mercado existem outras formas de regulação dos preços que são os monopólios e os cartéis, o primeiro é quando uma empresa controla a produção de uma determinada mercadoria, e dessa forma controla também os preços. O segundo são executados a partir da união de várias empresas do mesmo seguimento para padronizar preços por meio de acordos.

Livre concorrência e a busca por lucro: significa que os preços das mercadorias e dos serviços são determinados pela competitividade entre as empresas, isso provoca a regulação dos preços de forma natural. Essa prática alcança o objetivo do capitalismo, que é o lucro.

Predomínio da propriedade privada: no capitalismo as empresas e os meios de produção pertencem à iniciativa privada, geralmente os donos compõem uma minoria da população originando duas classes, capitalista e proletário. Qualquer pessoa pode ser proprietário de um meio de produção, no entanto, esbarra na falta de recursos, uma vez que o assalariado dificilmente recebe valores que permitem uma acumulação de capital.

Sociedade divida em classes: uma das características mais marcantes do sistema capitalista é a distinção entre duas classes sociais, no qual uma é composta por uma restrita parcela da população, denominados de burguesia, donos de empresas e os meios de produção, a outra é composta pela maioria trabalhadora que vende sua força de trabalho para o capitalista.

Mas o sistema capitalista gera uma série de problemas que atingem o homem e também a natureza, com destaque para as divergências entre os donos dos meios de produção e o trabalho (proletário), destruição do meio ambiente, pois para a obtenção de mercadorias é preciso retirar recursos naturais, e depois seus dejetos são lançados na natureza, crescimento das disparidades sociais através da exploração do trabalho com o pagamento de baixos salários e o possível fim dos valores, pois nesse sistema as pessoas são condicionadas a comprar compulsivamente, muitas vezes sem necessidade, dessa forma as pessoas são valorizadas pelo que tem e não pelo que são.


Por Eduardo de Freitas
    Deixe seu comentário para "Capitalismo"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Veja algumas das doenças ocasionadas por alguns metais pesados.

    ..................................................

    Física
    Confira os conceitos iniciais de incidência e reflexão da luz em espelhos esféricos.

    ..................................................