Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Aspectos Físicos do Espírito Santo

Pico da Bandeira – o ponto mais elevado do Espírito Santo

Localizado na Região Sudeste, o Espírito Santo possui extensão territorial de 46.098,571 quilômetros quadrados, o que corresponde a aproximadamente 0,54% da área total do Brasil. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população estadual é de 3.514.952 habitantes, distribuída em 78 municípios.

O território do Espírito Santo é banhado a leste pelo Oceano Atlântico e possui fronteiras ao sul com o Rio de Janeiro, a oeste com Minas Gerais e ao norte com a Bahia. Entre os principais elementos físicos do estado podemos destacar o relevo, clima, vegetação e hidrografia.

O relevo é caracterizado pela baixada litorânea, com uma planície que abrange 40% do território. O interior do estado é marcado pela presença de serras, com altitudes superiores a 1.000 metros. Essa região abriga o ponto mais elevado do Espírito Santo – o Pico da Bandeira, situado na serra do Caparaó, com 2.891,9 metros acima do nível do mar.

O clima predominante é o tropical úmido, registrando temperaturas médias anuais de 23 °C. As chuvas são mais intensas durante o verão, e o inverno apresenta baixo volume de precipitação pluviométrica. A vegetação é composta por floresta tropical (Mata Atlântica) e vegetação litorânea.

A rede hidrográfica estadual é formada pelos rios Doce, Itabapoana, Itapemirim, Itaúnas, Jucu, Mucurí, São Mateus, entre outros. O principal é o Rio Doce, cuja nascente está localizada no estado de Minas Gerais.
 


Por Wagner de Cerqueria e Francisco
    Deixe seu comentário para "Aspectos Físicos do Espírito Santo "


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Informe-se sobre as diferenças entre metais, semimetais e ametais.

    ..................................................

    Gramática
    O que é sujeito deslocado e como trabalhar sua concordância? Veja!

    ..................................................