Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Teoria da Abiogênese e Biogênese

A criação do homem, por Michelangelo (Capela Sistina, Vaticano – 1510).

Durante a história da evolução das espécies, diversos estudos e compreensões surgiram a respeito da origem e propagação da vida na Terra.

Perguntas como: Quando teria surgido o primeiro ser vivo? Como esse ser se originou? Que aspectos ambientais vigoravam na época, capazes de proporcionar condições ao aparecimento da vida? Como a vida se multiplica? e outra mais, foram questionamentos que durante muito tempo inquiriam debates, supostas hipóteses e a elaboração de teorias.

Divididos em duas linhas bem divergentes: Biogênese e a Abiogênese, os cientistas adeptos concordavam e discordavam de um ponto de partida crucial: Poderia a vida surgir da não vida!

Há quem defendia a teoria da geração espontânea (os abiogenistas), explicando a origem da vida a partir da matéria não viva, por exemplo, a procedência de anfíbios e répteis nascidos espontaneamente da matéria orgânica (lodo) no substrato dos lagos, ou mesmo o surgimento de ratos (na realidade atraídos) a partir de receitas cujos ingredientes envolviam roupas sujas suadas e grãos de cereais depositados em ambiente escuro, ou seja, umidade, temperatura, alimento e meio reprodutivo para esses roedores.

Contudo, diante o contra-senso (absurdo) proposto por essa inconsistente tendência, opunha-se os adeptos biogenistas, afirmando que a vida somente pode surgir de outro ser vivo preexistente.

Entre os experimentos que contestavam e definitivamente colaboraram com o fim da teoria da geração espontânea, destacam-se os procedimentos realizados por Francesco Redi e Louis Pasteur. Cada qual reconhecido respectivamente pelo método experimental, impedindo a contaminação de suas amostras orgânicas por vermes (larvas de moscas) e germes (microorganismos suspensos no ar), utilizando respectivamente frascos vedados com gaze e balões de vidro com gargalo modificado (esticado e curvado / pescoço de cisne).

Portanto, conforme a proposição das teorias da biogênese e abiogênese, seus principais defensores são:

Abiogênese → Anaximandro, seu seguidor Anaxímenes, Parmênides, Xenófanes, Empédocles, Demócrito, Anaxágoras e Aristóteles (todos filósofos da Antigüidade), Jean Baptitste Van Helmot, Willian Harvey, René Descartes, Isaac Newton e John Nedhan.

Biogênese → Ernest Haeckel, Carl Gustav Jung, Thomas Henry Hurley, Stanley Miller, Oscar Hertwig, Lázzaro Spallanzani, Francesco Redi e Louis Pasteur.


Por Krukemberghe Fonseca
    Deixe seu comentário para "Teoria da Abiogênese e Biogênese"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Veja o quais os ensinamentos da Lei de Hess e como aplicá-la.

    ..................................................

    Gramática
    Compreenda quais as diferenças existentes entre análise sintática e morfológica.

    ..................................................