Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Sistema reprodutor das aves

Algumas espécies de aves apresentam dimorfismo sexual

As aves são animais vertebrados dioicos (possuem os sexos separados) e ovíparos (os filhotes se desenvolvem no interior de ovos, fora do corpo da mãe). A fecundação nas aves é interna e o desenvolvimento é direto, sem fase larval. A maioria das aves apresenta dimorfismo sexual, ou seja, há uma nítida diferença entre machos e fêmeas da mesma espécie.

Na figura podemos observar um exemplo de dimorfismo sexual em aves: ave A - fêmea de faisão; ave B - macho de faisão
Na figura podemos observar um exemplo de dimorfismo sexual em aves: ave A - fêmea de faisão; ave B - macho de faisão

Na maioria das espécies de aves, os indivíduos machos não apresentam órgão copulador, enquanto algumas poucas espécies apresentam um falo rudimentar. Os machos apresentam dois testículos (sendo o testículo esquerdo maior do que o testículo direito), dos quais saem os canais deferentes, que terminam na cloaca. As glândulas genitais acessórias estão ausentes. A transferência dos espermatozoides do macho para o corpo da fêmea se dá através da justaposição das cloacas que ocorre durante a cópula.

Órgãos que compõem o aparelho reprodutor masculino de uma ave
Órgãos que compõem o aparelho reprodutor masculino de uma ave

As fêmeas das aves geralmente possuem o ovário e o oviduto direito atrofiados, sendo que essas estruturas aumentam de tamanho apenas durante a época de reprodução. O fato de essas estruturas estarem atrofiadas de um lado e aumentarem de tamanho somente na época de reprodução é uma adaptação ao voo. O oviduto das fêmeas pode ser dividido em: infundíbulo, magno, istmo, útero e vagina.

O infundíbulo tem a função de captar os folículos maduros que são liberados pelo ovário. É no infundíbulo que ocorre a fecundação do óvulo caso haja cópula.

Depois do infundíbulo, encontramos o magno, também chamado de glândula albuminífera. O magno é rico em células secretoras e é nele que ocorre a formação do albúmen.

O istmo é a menor porção do oviduto e é nesse local que irá ocorrer a formação das membranas da casca do ovo.

Nas aves, o útero é o local onde se forma a casca do ovo, e por isso também pode ser chamado de glândula da casca ou ainda de câmara calcígera. No útero, o ovo recebe uma cobertura de carbonato de cálcio, proteínas, pigmentos, cutícula, entre outros componentes da casca, sendo depois encaminhado para a vagina, onde será depositada uma camada de muco sobre a casca. Da vagina, o ovo é encaminhado à cloaca, de onde será eliminado do corpo da ave.

A maioria das espécies de aves choca seus ovos após a postura, mantendo-os em uma temperatura adequada para que o embrião possa se desenvolver.

Órgãos que compõem o aparelho reprodutor feminino de uma ave
Órgãos que compõem o aparelho reprodutor feminino de uma ave


Por Paula Louredo Moraes
    Deixe seu comentário para "Sistema reprodutor das aves"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Depressão
    Entenda os sintomas desse problema psicológico.

    ..................................................

    História
    Compreenda o que foi o Plano Marshall.

    ..................................................