Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Fungos

Alguns fungos apresentam corpos de frutificação, como é o caso das orelhas-de-pau.

Outrora classificados como indivíduos do Reino Plantae e, mais tarde, como representantes do Reino Protoctista; os fungos, desde 1970, são classificados como integrantes do seu próprio reino: o Reino Fungi. Outra novidade é que, na atualidade, é sabido que os fungos são mais aparentados dos animais do que de qualquer outro grupo de seres vivos – inclusive das plantas.

Os fungos, representados pelos mofos, bolores, leveduras, orelhas-de-pau e cogumelos em geral, são organismos eucarióticos e heterotróficos por absorção, tendo o glicogênio como substância de reserva. Assim, alimentam-se por meio da absorção de substâncias orgânicas disponíveis no meio. Além disso, podem ser aeróbios ou anaeróbios facultativos.

Na maioria dos indivíduos desse reino, as células contêm parede celular quitinosa. Tais organismos, eucariontes, podem ser unicelulares (leveduras) ou multicelulares (fungos filamentosos). Neste último caso, são formados por filamentos denominados hifas, que podem possuir um ou mais núcleos.

O conjunto de hifas é denominado micélio. Este pode ser do tipo vegetativo ou reprodutor. No primeiro caso, o micélio libera enzimas digestivas sobre o substrato, permitindo a digestão extracelular desse alimento, que depois será absorvido pelo fungo. Enquanto houver alimento, o fungo permanecerá no mesmo local, crescendo continuamente; sendo válido ressaltar que tal evento se dá somente nas extremidades das hifas.

Quanto ao micélio reprodutor, ele geralmente se forma fora do substrato, liberando esporos. Em algumas espécies formam-se estruturas denominadas corpos de frutificação, sendo o cogumelo e as orelhas-de-pau alguns exemplos.

Os fungos podem se reproduzir por brotamento, no caso dos indivíduos unicelulares, por fragmentação e também sexuadamente. Neste último caso, a reprodução nessa modalidade ocorre geralmente em consequência de alterações ambientais, e consiste, de forma geral, na fusão de hifas haploides.

Alguns fungos podem parasitar plantas e animais, inclusive aqueles da nossa espécie. Há também fungos que se associam a outros seres vivos. Os líquens (fungo + alga) e as micorrizas (fungo + raiz de algumas plantas) são exemplos de relações positivas.

A área da Biologia responsável pelo estudo dos fungos é denominada Micologia.


Por Mariana Araguaia
    Deixe seu comentário para "Fungos"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Inflação
    Você sabe explicar o que é inflação? Informe-se.

    ..................................................

    Gramática
    Qual o uso correto de Bastante e Bastantes? Confira!

    ..................................................