Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Depressão

O indivíduo com depressão tende ao isolamento.

Depressão é o nome dado a uma doença que ocorre em aproximadamente 19% dos indivíduos de uma população. Apesar de se manifestar em pessoas de diferentes etnias, condições sociais e faixas etárias; ela é mais frequente entre mulheres, na proporção de dois casos entre elas para cada caso entre eles.


Nesse quadro, a pessoa apresenta como sintomas:

- Tristeza profunda sem motivo específico
- Ansiedade
- Angústia
- Apatia
- Desânimo
- Isolamento
- Redução ou incapacidade de sentir prazer/alegria em atividades que outrora despertavam boas sensações
- Indecisão
- Pessimismo
- Sentimento de inutilidade
- Sentimento de culpa
- Autopiedade
- Baixa autoestima
- Baixa libido
- Mudanças no apetite
- Perda ou ganho de peso não intencional
- Pensamentos negativos
- Dificuldade de concentração
- Dificuldade em tomar decisões
- Dificuldade para começar a fazer suas tarefas, e terminar aquilo que já começou
- Alterações no sono (insônia, sono excessivo, ou ambos)
- Pensamentos e/ou comportamentos suicidas
- Sintomas corporais, como dores, problemas digestivos e alterações nos batimentos cardíacos.


Eles podem se apresentar juntos ou isolados, em maior ou menor intensidade; mas duram várias semanas, ou são frequentes.

Geralmente sua manifestação interfere na vida cotidiana da pessoa em questão, podendo provocar prejuízos afetivos, sociais e/ou ocupacionais; provocando novas consequências negativas.

Embora ainda não sejam claras, exatamente, as causas da depressão, é reconhecido que nela há alterações em pelo menos dois neurotransmissores: a serotonina e a noradrenalina. É sabido, também, que o fator genético hereditário está bem relacionado à doença; e que fatores psicológicos e sociais ajudam em sua manifestação.

Percebe-se também que a depressão é mais frequente em pessoas que têm problemas de relacionamento e/ou sofrem de isolamento social, naquelas portadoras de alguma doença ou problema de saúde incapacitante, em viciados, naqueles que passaram por evento traumático há pouco tempo, e mulheres que tiveram filhos recentemente.

Uma vez que a depressão pode ser confundida com outros quadros, como melancolia, estresse e transtorno afetivo bipolar; para que alguém seja realmente considerado depressivo, é necessário, antes de tudo, o diagnóstico médico. Este é feito, geralmente, por um psiquiatra. Esse mesmo profissional será também o responsável pela sugestão de tratamento que, na maioria dos casos, engloba o uso de antidepressivos aliado ao acompanhamento psicoterápico.

É importante recorrer à ajuda médica o quanto antes, já que a depressão é incapacitante, e pode provocar sintomas psicóticos e também comportamentos extremos, como o suicídio. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), esse quadro está associado à morte de aproximadamente 850.000 pessoas ao ano.


Importante:

É válido frisar que a depressão é uma doença que apresenta grandes chances de reincidir. Assim, para aqueles que já manifestaram o quadro, é necessário atenção relativa à possível manifestação dos sintomas descritos anteriormente, buscando auxílio médico em casos de suspeita.


Por Mariana Araguaia
    Deixe seu comentário para "Depressão"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Entenda o que é a camada pré-sal e os desafios da extração do petróleo nessa camada.

    ..................................................

    Gramática
    Existem diferenças entre classe e função. Saiba quais são elas!

    ..................................................