Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Bactérias gram-positivas e negativas

Identificação de bactérias pelo método Gram.


Através de procedimentos histológicos, foi desenvolvida em 1889, pelo microbiologista Hans Chistian Gram, uma técnica empregada em análise patológica para a identificação das bactérias.

Por aplicação da técnica, tendo como resultado a diferenciação no aspecto pigmentar, estes microorganismos causadores de doenças passaram a ser identificados em dois grupos básicos: as bactérias Gram-positivas e as bactérias Gram-negativas.

Para efetuar a distinção por esta metodologia, as culturas bacteriológicas são submetidas a um tratamento com corante de coloração violeta (violeta de genciana).

Tendo em vista a estruturação citológica das bactérias, isto é, de suas células, as bactérias podem apresentar características estruturais incomuns de acordo com a espécie. Algumas possuem além da membrana plasmática e a parede celular (formadas por elementos peptidoglicanos que integram a parede celular), uma terceira camada lipoprotéica de revestimento, de considerável espessura, contendo lipopolissacarídeos.

Tal diversidade bacteriana, quando aplicado à técnica, resulta em dois padrões de coloração:

- As bactérias que não possuem a camada com lipídios associados a polissacarídeos são coradas com violeta de genciana, que impregna a camada peptidoglicana. Estas bactérias, por assimilação ao corante, são classificadas como Gram-positivas;

- Já as bactérias que em sua morfologia apresentam as três camadas, não são coradas pelo corante, devido a não afinidade entre a pigmentação e a camada de lipopolissacarídeos, que também impede a fixação do corante com a camada de peptidoglicana subjacente. Portanto, essas bactérias são classificadas como Gram-negativas.

Este critério de identificação auxilia, por exemplo, o tratamento a estes agentes etiológicos (as bactérias), visto que as Gram-negativas são mais tolerantes e as Gram-positivas são mais sensíveis a antibióticos (penicilina).


Exemplos de bactérias Gram-negativas:

Pseudomonas aeruginosas – provoca infecções urinárias e respiratórias;

Escherichia coli – causa infecções urinárias e gastroenterites, agindo sobre o sistema digestório;

Vibrio colerae – bactéria que provoca a cólera.


Exemplos de bactérias Gram-positivas:

Clostridium tetani – causa tétano;

Staphylococcus aureus - provoca infecções nas vias respiratórias;

Streptococcus pneumoniae – causa pneumonia, desencadeando uma infecção pulmonar.


Por Krukemberghe Fonseca
    Deixe seu comentário para "Bactérias gram-positivas e negativas"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Química
    Veja o quais os ensinamentos da Lei de Hess e como aplicá-la.

    ..................................................

    Gramática
    Compreenda quais as diferenças existentes entre análise sintática e morfológica.

    ..................................................