Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

Ácido abscísico

O ácido abscísico é um hormônio vegetal relacionado à inibição do crescimento, dormência das sementes e gemas, além do fechamento estomático.

O ácido abscísico atua inibindo a germinação da semente. A germinação só acontece quando os teores desse hormônio diminuem

O ácido abscísico é um hormônio vegetal também conhecido pela sigla ABA. O nome desse hormônio, às vezes, leva a algumas confusões. Ao ler “ácido abscísico”, você pode pensar erroneamente na função de abscisão. Entretanto, ele não está diretamente ligado a esse processo.

Esse hormônio é produzido a partir do ácido mevalônico nos cloroplastos e em outros plastídios. Sua síntese é alta em folhas maduras e sementes, sendo que seu transporte ocorre normalmente via floema.

Esse fitormônio, diferentemente da auxina e citocinina, possui uma característica inibitória no que diz respeito ao crescimento. Ele é responsável por cessar o crescimento de algumas plantas em determinadas épocas do ano. Isso, sem dúvidas, é fundamental para que uma espécie consiga se estabelecer em ambientes com climas extremos.

Podemos atribuir também ao ácido abscísico a função de retardar a germinação de sementes. Normalmente o acúmulo desse hormônio acontece no início do desenvolvimento de algumas sementes e está relacionado com o atraso da germinação. Além disso, ele atua aumentando a produção de proteínas de reserva, que serão fundamentais para o desenvolvimento do embrião. O ABA também confere uma tolerância à desidratação e ao frio, sendo este um papel fundamental, pois evita a destruição de componentes das células, como as membranas.

Em algumas plantas, a quebra de dormência relaciona-se à queda dos níveis do hormônio ABA. Isso significa que elas irão germinar somente quando ocorrer uma queda acentuada nos níveis desse hormônio.

O controle da dormência é muito importante, pois evita que uma semente germine em condições desfavoráveis, como um inverno extremamente rigoroso. Além da dormência em sementes, o ABA também garante a dormência das gemas.

Além de controlar o crescimento, o ABA está relacionado ao mecanismo de abertura e fechamento estomático. Os estômatos são estruturas responsáveis por controlar a entrada e saída de gases da planta, sendo importantes, portanto, no processo de transpiração, fotossíntese e respiração. Além disso, a abertura dos estômatos (ostíolo) é uma porta de entrada de alguns patógenos, como fungos.

O estômato mantém-se aberto ou fechado em razão da pressão de turgor das células-guarda. Um estômato mantém-se aberto quando as células-guarda estão túrgidas, mas se fecha quando elas ficam flácidas. O ABA atua reduzindo a pressão de turgor e, consequentemente, fechando o estômato.

O fechamento dos estômatos está diretamente relacionado ao papel do ABA de responder a estresses. Ao fechar o estômato, a planta diminui a perda de água e, consequentemente, protege-a em casos de estresse hídrico.


Por Vanessa Sardinha dos Santos
    Deixe seu comentário para "Ácido abscísico"


    DESTAQUES
    Confira os destaques abaixo

    ..................................................

    Educação Artística
    Conheça os principais aspectos da arte pontilhista.

    ..................................................

    Redação
    Aprenda como redigir uma carta comercial.

    ..................................................